Minha História

Bruna Dias Furlan graduou-se em Direito na Universidade Paulista (UNIP), Santana de Parnaíba, SP Pós Graduou-se em Gerenciamento de Cidade na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e foi diretora voluntária da AACD em Osasco, participou na Universidade de Harvard do curso “Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância”.

Atualmente cumpre seu segundo mandato como Deputada Federal, sendo eleita a mulher mais votada do Estado de São Paulo nos dois pleitos disputados. Sempre em consonância e visão especial para ações sociais, em diversos municípios ela atua junto a entidades de valorização do ser humano como, APAE, GRAACC e GRENDAC, Casa Maria Maria, AFROEX.

Eleita 1º Vice-presidente da Comissão de Defesa e Relações Exteriores na câmara dos Deputados e Presidente da Comissão Especial que trata do projeto de Lei n.º 2516/15 sobre a lei de Migração, além de atuar nas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) destinada a investigar Maus Tratos de Animais e Comissão Parlamentar de Inquérito a investigar os Crimes Cibernéticos.

Membro da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania, uma das mais importantes no processo legislativo.

É autora de 27 projetos de Lei. Ajudou a barrar a PEC 37 que diminuía o poder do Ministério Público, foi relatora do projeto que cria metas de erradicação da pobreza. Votou pela aprovação do Estatuto da Juventude Lei 12.852/2013. Apresentou o Projeto de Lei 4643/2012 que cria os Endowmens - Fundo Patrimonial para gerenciar doações em cada instituição federal de ensino superior, com o propósito de fomentar a pesquisa no âmbito destas instituições em todo pais e destaque para o Projeto de Lei 896/2015 que institui a Nota Fiscal Brasileira, como objetivo de incentivar os Estados e o Distrito Federal a implemen-tarem programas de estímulo à solicitação de documento fiscal na aquisição de mercadoria e serviços.

Faz parte da Comissão Especial PEC 011/2015 destinada a proferir parecer a Proposta de Emenda Constitucional para explicitar o Tribunal Superior do Trabalho como órgão do Poder Judiciário. Comissão Especial do Financiamento Sindical e PEC 179/07 Recursos CIDE para Transporte Coletivo.

No Congresso, seu trabalho se sobressai pelo amparo dos direitos da mulher onde se destaca como integrante da Secretaria da Mulher (SEMULHER), como também, na Comissão Permanente Mista de Combate a Violência Contra a Mulher (CMMULHER), da Pessoa com Deficiência, da Criança e Adolescente, da Juventude e pelo Fortalecimento dos Municípios. de Combate a Violência Contra a Mulher, da Pessoa com Deficiência, da Criança e Adolescente.

Redes Sociais


Bruna Furlan - Todos os Direitos Reservados © 2016